quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Escrevo sobre o que degusto, e degusto o que escrevo!


Meninas e meninos,
Falar que propaganda é a alma do negócio é tão manjado como andar para frente não é?
Pois quem dera assim fosse encarado por todos os responsáveis pela contratação de mídias.
Sou um colunista mais à moda antiga do que os de hoje, que não largam os meios eletrônicos e aparelhos de sofisticação cada vez maior, porém, tenho que admitir que sem algumas das mídias eletrônicas de hoje, a facilidade de se fazer conhecido e de propalar suas virtudes e de idéias seria muito mais complexa e difícil.
Basta vermos esta mídia, por exemplo, que sucedeu ao site DivinoGuia, que por complexidade e dificuldade de ser colocado no ar, deu origem ao Blog DivinoGuia, muito mais dinâmico e de complexidade, ainda que exista, muito menor que o site.
Hoje, temos visto que quase todas as mídias impressas mantêm um site ou meio eletrônico onde replicam ou até inovam suas publicações.
Há colunistas especializados e outros nem tanto, como sempre, aliás, existiu, só que hoje multiplicados pelas facilidades dos meios de comunicação pessoais e redes sociais, há de se ter precaução e nem sempre acreditar sem muita pesquisa em algumas das novidades lançadas em e na rede.
Isto acontece com vinhos, com gastronomia e deve acontecer em todos os segmentos derivados destes meios.
Eu, como é de conhecimento geral, tomo sempre o cuidado de expressar minhas impressões pessoais, mesmo que estas não sejam o que a maioria gostaria e esperaria que fossem.
Com o devido respeito a quem assim não procede, não comento sobre o que particularmente não me atraiu o paladar, mesmo que o produto tenha ótimas condições técnicas.
Ter condições de boa técnica hoje ao menos, não é raro, devido ao alcance facilitado pela própria eletrônica e web ao alcance das mãos, pela troca de informações etc...
Mas o que me norteia é falar sobre o que gosto em geral, que claro, abrange o meu em senso particular, sem que com isto possa eu ter prejudicado os padrões de outrem, mas com isto mostrando aspectos definidos por parâmetros por mim conhecidos.
Degusto antes para falar depois, e sei, sem falsa modéstia, que o alcance de minhas impressões vai ecoar.
Estou falando sobre isto, pois tenho visto que os blogs, apesar de não ser esta a única mídia onde sou colunista, têm sido muito utilizados como ferramenta de marketing efetivo e com longo e grande retorno.
Convivam os meios modernos e também os meios clássicos em harmonia, sendo honestos e verdadeiros, o retorno será garantido.
Até o próximo brinde!

Álvaro Cézar Galvão

2 comentários:

Alexandre (Diário de Baco) disse...

Bravo Álvaro!!


um grande abraço!

Alexandre
www.diariodebaco.com.br

Álvaro Cézar Galvão disse...

Alexandre, creio que muitos de nós ainda seremos reconhecidos como os maiores responsáveis pela difusão e popularização desta bebida que infelizmente nossa cultura não cultua: o vinho!
Enoblogs, cuja minha participação se deu ainda quando não tinhamos dez associados, faz sua parte importante.
Bravo digo eu!
Abraços de luz
Álvaro Cézar Galvão