terça-feira, 13 de setembro de 2011

1+1=3 quando acertamos na harmonização vinho e gastronomia, a soma dos fatores é melhor, maior e mais ampla.

Meninas e meninos,
Sempre digo nas palestras que faço que a soma do conjunto vinho mais gastronomia, quando correta e bem feita, resulta ser maior que os fatores isolados; gastronomia fica melhor e mais realçada, e o vinho idem.
Pois foi o que consegui em recente aventura, até certo ponto ousada, pois fiz a compatibilização do muito bom Fausto Rose 2011 da Pizzato, um rosado de Merlot, cor cereja, que alguns poderão descrever como salmão, muito viva e brilhante, linda de se ver, aromas de frutas como morango e caqui, florais discretos aparecendo após algum tempo em taça, e um fundo de especiarias, onde o cravo se destaca. Em boca, confirma, sobretudo as frutas e o cravo, com algumas “agulhinhas” que vão sumindo, e noção, apenas noção, que é doce. Acidez equilibrada com o álcool de 12,5%.
Resolvi que o degustaria junto à um cozido de lombo de cação, com molho de tomates e discreto pimentão, pimenta malagueta, bastante cebola, cebolinha e salsa e claro, ligeiro coentro fresco.
Não contente, resolvi experimentar também com uma tainha assada, recheada com farofa de cogumelos Porto Belo e camarões médios, temperada com Saquê, limão Siciliano, o sumo e raspas.
Confesso que foi ótima a combinação com o cação, e muito boa com a tainha, que acredito não ter alcançado a mesma glória do cação, em virtude dos cogumelos e talvez da farinha de mandioca, com a acidez média deste rosado, mas de todo o modo, em nada desvirtuou a combinação tanto assim.
Um dos prazeres de quem ama a enogastronomia, é poder degustar o vinho, e pensar na preparação do prato, mesmo que com ousadia, pois uma das confrarias a qual pertenço, faz exatamente isso, ousadias e, só com gastronomia Brasileira, como a última aventura que foi de galinhada goiana, onde o Pequi e a pimenta estavam presentes e se saiu muito bem com brancos, Sauvig Gris e Blanc e Gewürztraminer, além de Chardonnay.
Quem sabe o Fausto Rose também não faria feio, pois além do frescor, tem a pegada leve da Merlot, o doce das frutas e as agulhinhas... é ver para crer!
Vinícola Pizzato
http://www.pizzato.net
Até o próximo brinde!

Álvaro Cézar Galvão

2 comentários:

Blog Dicas Restaurantes disse...

Olá Álvaro,

Adorei a dica e o blog, parabéns! Vou recomendar. Fiquei com água na boca, estou ansiosa para provar o Fausto Rose! Um abraço.

Álvaro Cézar Galvão disse...

Obrigado por interagir.
Beijos de luz