quarta-feira, 24 de março de 2010

MINHA MÃE- ANIMA


Meninas e meninos,
Uma das postagens mais difíceis que até hoje me apareceu, é esta que ora escrevo. Pensei em postar uma foto de minha mãe, uma foto de uma bela flor, um lindo raio de sol, mas vivo e escrevo sobre os vinhos e a enogastronomia, então lembrei de um dos vinhos que gosto muito, e que tem um belo e sugestivo nome: ALMA VIVA.
Anima, ou alma quer dizer vida. Vida Viva.
Permitam-me esta livre associação, mas preciso desabafar e colocar aqui um pouco do amor que senti e sinto por ela, sem constrangimentos e medos de más interpretações, coincidindo a safra com o início de sua doença.
Falar de minha mãe, ou das mães de todos nós, parece fácil, pois todas elas em geral são meigas, amorosas, dão as suas vidas pelos seus filhos, sofrem caladas, choram sozinhas, e oram por nós sempre: então porque é difícil falar e escrever sobre esta pessoa com tão grandes atributos?
Pensei muito e creio que tenha descoberto, ao menos é o que sinto agora, momento doloroso de perda: Não é fácil falar de sentimentos, não é fácil muitas vezes vive-los, também muitas das vezes não é fácil demonstra-los.
Sinto-me confortado, pois consegui ao longo dos anos falar, viver e demonstrar este amor infindo que nos unia e nos aproximava, e tenho a certeza que este mais puro sentimento não termina aqui.
Piegas? Que me importa!
Estou fazendo como sempre, o que meu coração manda.
Sei que muitas vezes, incompreendido por estas ações, tenho despertado sentimentos contraditórios nas pessoas, mas sou assim, todo emoção em tudo o que faço, e precisava deixar marcado em meu blog, que fala das coisas que nos dão prazer, e falar de minha mãe, me dá muito prazer.
Espiritualmente, tenho a certeza de seu vôo alto e direto, sou filho e suspeito, mas sei que estou certo.
Nilza minha mãe, te amei, te amo e amarei, sabendo que tu o sabes também.
A ALMA É VIVA!
Até o próximo brinde!

Álvaro Cézar Galvão

8 comentários:

Daniel Perches disse...

Álvaro, como mandei por e-mail, meus sinceros sentimentos. Pelo pouquíssimo que acompanhei de suas notícias e de sua luta, é fácil notar seu amor e sua dedicação pela sua mãe.
Que ela vá em paz e tenha o descanso merecido. E que você fique bem, sabendo que ela também assim está.
Abraços
Daniel

Anônimo disse...

Alvaro amigo, saúde.

Meus sentimentos. É uma pena e um alívio Cesar. Ainda não estamos preparados para a compreender a morte, vendo a vida apenas do ponto de vista material. Simplesmente inconcebível. Espero que a dor passe logo. Bacio,

Didú

Silvia disse...

Querido Álvaro, amigo em vinho e em vida, receba minhas condolências sinceras, meu carinho espiritual e o desejo de que a tristeza deste momento se dissolva no tempo, deixando apenas as boas lembranças e o amor. Brindemos às boas almas que nos animam a vida em todos os momentos!
Com carinho da amiga Sílvia

Álvaro Cézar Galvão disse...

Obrigado Silvia
Abraços de luz e calor

Álvaro Cézar Galvão disse...

Obrigado Daniel
Luz para todos nós

Álvaro Cézar Galvão disse...

Grato Didú
Abraços de luz

Marcos Pivetta disse...

Álvaro, meu caro,

Meus sentimentos. Nessas horas, receio, não há muito o que falar. Felizmente, o tempo nos ajuda a conviver com esses momentos dolorosos. Não que ele apague o sentimento de perda. Apenas ajuda a encontrarmos um lugar em nós mesmos onde conseguimos acomodar a dor e, sabe-se lá como, reunir forças para seguir em frente.

Forte abraço.

Marcos

Álvaro Cézar Galvão disse...

Marcos, mesmo não tendo muito o que falar, vocês amigos, estão presentes e é isso o que nos ajuda e conforta
Obrigado do fundo do coração
Abraços de luz