quarta-feira, 12 de maio de 2010

ANIMA VITIS 2005- VIDA DE VIDEIRA ENGARRAFADA.


Meninas e meninos,
Um dos lançamentos realizados na Expovinis 2010 foi o de um vinho Brasileiro, o Anima Vitis 2005 da Boscato Vinhos Finos, de Nova Pádua, Serra Gaúcha-RS.
O vinho tem estrutura, corpo e álcool para atravessar um longo período de guarda, e o nome traduz bem o que Clovis Boscato fez ao dar vida a este vinho.
Primeiro de tudo, como é um assemblage de 5 uvas, a saber: Cabernet Sauvignon, Merlot, Ancellotta, Refosco Del Pedúnculo Rosso e Alicante Bouschet, é intrigante e diferente em seu paladar, dos vinhos que estamos acostumados a degustar da região.
A Refosco, cujas primeiras mil mudas foram trazida pelo Clovis em 1998, é uma das cepas que contribuem para dar o toque de diferença no Anima Vitis 2005.
O vinho amadurece por 13 meses em madeira, e descansa na garrafa por mais 28 meses.
Só por estes dados, já vemos a estrutura encontrada na vinificação.
Cor rubi com toques violáceos, bem escuro e brilhante, não trás elo de evolução que diga sua idade, nada transparente, tem no olfato aromas frutados de ameixas maduras, algo de floral, especiarias (lembra o cravo), um leve toque mineral que ajuda a formar a complexidade deste vinho e os tostados e chocolate dos empireumáticos.
Em boca, acidez é nítida desde o início, surgindo as especiarias, frutados, e algo lácteo.
Taninos presentes, mas nada agressivos, demonstrando que ainda tem longevidade bastante para uns 5 a 7 anos mais, álcool 13% não se nota, e para harmonização sugiro carnes em geral assadas ou ao molho, fortes e aromáticos.
Para ser degustado depois de aberto por um período mais longo, ou decantado, esta é a sugestão do enólogo, tendo durante toda a apresentação variado em aromas e em boca, mostrando que realmente é necessário um tempo de aeração, e creio que a temperatura de serviço possa ser entre 18º e 20º para acentuarmos um pouco sua boa acidez.
Vinho que merece ser degustado para quem não acredita ser possível termos no Brasil, vinhos de guarda, além do corte interessante.
Boscato Vinhos Finos
http://www.boscato.com.br/
Até o próximo brinde!

Álvaro Cézar Galvão

2 comentários:

JL disse...

Particularmente, não conhecia este exemplar de nossa terra. Me julgo extremamente curioso ao seu paladar. Obrigado pela ótima dica.

Álvaro Cézar Galvão disse...

JL,obrigado por interagir conosco.
Este vinho é um típico exemplo de que podemos ter vinhos longevos sim senhor...
Até o próximo brinde!
Álvaro Cézar Galvão